top of page

Se deixe ser conduzida.



O coração do homem planeja o seu caminho, mas o Senhor lhe dirige os passos. Provérbios 16:9 (ACF)

Durante muitos anos eu tive dificuldade para entender e aceitar as mudanças de planos. Para ser sincera, até hoje eu não gosto. Eu gosto de ter um plano e cumprir. Simples, previsível, satisfatório.


Porém, se há algo certo nesta vida é a necessidade de mudança. Pouco a pouco o Espírito Santo tem me ensinado a ser mais flexível e este versículo vem ganhando nova profundidade na minha vida.


Num passado não muito distante, mudar de ideia no meio de um projeto era sinal de fraqueza para mim, de imperfeição. Era uma brecha para o julgamento alheio, e pior, para o meu próprio. Eu não sabia parar para descansar ou recalcular a rota, quando as coisas não saiam de acordo com o planejado eu me sentia desmotivada e envergonhada. Eu sempre desistia.


Quando paro para pensar friamente, sei que eu não tenho todas as informações sobre todas as coisas, que sou incapaz de prever todos os imprevistos e que por isso meu plano nunca é perfeito. Também sei que Deus é quem sabe todas as coisas e que a vontade dele é melhor do que a minha. Ainda assim, na hora da mudança de rota eu sofro. Muitas vezes tenho dificuldade para entender se estou mudando porque sou preguiçosa e mal organizada, ou se é porque, de fato, algo relevante alterou as prioridades.


Neste fim de semana não foi diferente, o dia foi passando e a minha mente me relembrava da necessidade de vir até aqui e dar sequência ao Junho Intencional. E enquanto eu batalhava o Senhor me lembrou: a pressa é inimiga do discernimento.


Então, eu parei, respirei e olhei para as minhas circunstâncias. Vi que este era um fim de semana atípico, onde muitas pessoas estavam precisando da minha atenção. Não uma atenção dividida com a lista de tarefas pendentes, mas uma atenção completa, dedicada, intencional.


Naquele momento aquelas pessoas eram mais importantes do que o meu plano de criar conteúdo diariamente. E a quantidade de conversas sobre fé que aconteceram nesse fim de semana só me comprovaram que o Senhor estava direcionando os meus passos.


Durante o fim de semana eu batalhei com os antigos sentimentos, mas escolhi não me apressar, escolhi desacelerar e prestar atenção no direcionamento do Senhor. Fico feliz por ter feito isso, olho pra trás e vejo que valeu a pena.


A tarefa de hoje é levar os nossos planos ao Senhor em oração e questionar se ele deseja mudar algo.


Ore assim:


Senhor, sei que tua vontade é boa, perfeita e agradável. Sei que teus olhos são mais altos que os meus. Sei que o Senhor me ama e faz com que tudo coopere para o meu bem. E por ter convicção de quem o Senhor é, quero declarar que confio em ti. Neste momento eu te entrego todos os meus planos e te peço que direcione os meus passos. Não quero resistir à sua direção, quero colaborar contigo. Me ensina a ser sensível ao teu direcionamento. Me dá clareza da tua vontade. Abre meus olhos para aquelas coisas que o Senhor já vem me dizendo para mudar, mas que eu tenho resistido. Me perdoa por estar sendo tão insistente. Eu abro mão do controle neste momento, e entrego tudo a Ti. Em nome de Jesus, amém.


Que Deus te abençoe! ❤️


 

Se esta mensagem te abençoou, lembre de curtir esse post e de deixar um comentário! E se você conhece alguém quem pode ser abençoado por este devocional, compartilhe! 🥰




475 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page